Santa Carona

Modéstia x Modismo

Ultimamente, tenho visto muitas roupas bonitas: blusas com transparência e as que mostram o abdome, calças jeans rasgadas, bermudas curtas com adereços, entre outras. Entretanto essas mesmas roupas atraem olhares e por mais bonitas que sejam, devemos guardá-las na Caixa de Pandora.

Se estou sendo radical? Claro que não. ” Mas Sílvia, o corpo é meu”. Ora, cara leitora se você pensa dessa maneira, desculpe informar, mas primeiramente seu corpo é Templo onde Deus habita. ” Mas… mas, eu não uso essas roupas com má intenção e sim porque estão na moda”.

Posso mesmo até ser vista como antiquada ao falar isso, mas a verdade é que modéstia e moda não andam juntas. A moda te traz olhares, curtidas, elogios; a modéstia te traz o olhar e a pureza que vem de Deus. A moda te traz fama; a modéstia, simplicidade. A moda pode trazer o “boy magia”, mas a modéstia te traz o José. a moda te faz desejada; a modéstia, amada. A moda te traz doenças; a modéstia saúde da alma.

O grande problema é que nós, mulheres e também os homens, vivemos buscando reconhecimento do outro e não de Deus. Assim a carência é um mal dessa juventude, que almeja “likes” para se sentir querida e amada, pois muitas vezes não têm esse amor em casa. Porém de uma coisa eu tenho certeza, você nunca será amada (o) de verdade, fazendo do seu corpo um objeto. Como disse São João Paulo II “Amar é o contrário de utilizar”, quem ama não usa.

Sendo assim percebemos que ser modesta é ser caridosa para com o próximo, pois  você abre mão de usar uma roupa que você queria usar, pela edificação dos outros. Além disso, ela também serve para a nossa própria edificação, nos faz belas para Deus, prepara nossa alma para o céu. O que precisa mudar é nosso egoísmo e orgulho, pois muitas vezes é isso o que nos atrapalha a buscar a nossa santidade e a dos outros. Para terminar, encerro com uma frase de Santa Gemma Galgani que traduz perfeitamente o que é ser modesta (o) ” Se todos soubessem como Jesus é belo, como é amável, não procurariam senão o seu amor”.

Sílvia Maria

Mulher menina, estudante de química, fãzona de Santa Teresinha