Santa Carona

Uma afronta ao intelecto!

De tal modo tem a ideologia de gênero devastado o nosso país que hoje em dia até lula diz estar preso em corpo de jararaca. Mas dessa vez quero mesmo é discorrer sobre o cenário político de nossa bem amada Terra de Santa Cruz.

É de conhecimento geral o caos político que o país tem passado, após 14 anos de desadministração dessa turminha do petróleo, digo, do barulho, que tem empurrado nosso país. Sei que os adoradores da seita do partido mais honesto do país vão me chamar de coxinha, por isso já antecipo um pedido: ao invés de me chamarem de coxinha, por favor, me enviem coxinhas. De preferência com catupiry!

Vale ressaltar que o dever do cidadão é sempre fiscalizar e cobrar dos seus representantes atitudes honradas, honestas e corretas. A nós, Cristãos, esse dever é redobrado, pois a política, como bem lembra o querido Papa Francisco, é uma das mais belas formas de caridade.

Sinceramente não quero julgar quem é inocente a ponto de acreditar no que diz o molusco-réptil e a estocadora de vento. Nem os malandrinhos que os apoiam por ganhar algo que vem dessa trupe. Mas só consigo ver duas hipóteses de apoiar essa quadrilha: burrice ou malandragem.

Vendo as notícias das novidades que têm acontecido no “nosso” governo, fico pasmo com a capacidade de, indiretamente, gritar a 200 milhões de pessoas que todos são retardados, acéfalos, e sei lá mais o quê. E nem falo do fato de o senhor de orelhas pontudas se autoproclamar a alma mais honesta do Brasil. Refiro-me ao fato de querer fugir da caneta de um magistrado que apenas fez bem o seu trabalho para poder ser julgado por uma turma de ministros.

A nomeação iminente desse negócio de nove dedos a algum ministério é uma afronta ao intelecto de qualquer ser vivente que habite nosso país. É uma declaração aberta da parte deles de que o STF está nas mãos da quadrilha que comanda o país. Claro que até uma pessoa com apenas três neurônios já pôde perceber isso, mas o que se tem feito agora é de pasmar. Até os cachorrinhos, se pudéssemos compreender o que querem dizer com seus latidos, devem estar dizendo que isso está claro. Além de ser uma claríssima declaração de culpa.

Enquanto isso eu tenho que me colocar a rir das desculpas cada vez mais esfarrapadas que esses senhores – que elevaram a corrupção a um nível jamais imaginado – têm dado para tentar a todo modo manter o governo em suas mãos. Nem sequer se dão ao luxo de combinar o que vão falar para ficar mais bonitinho. A coerência passa longe das justificativas cada vez mais injustificadas que procuram dar. A lógica, que nunca foi parte integrante do raciocínio dessa quadrilha, dessa vez também está gritando.

Todos nós sabemos que a nomeação do molusco-réptil a ministro se deve simplesmente ao fato de estar tremendo nas bases por medo de cair numa cela. Mas eu tive a curiosidade de saber qual o motivo que procuravam para justificar tal atrocidade e fui procurar saber. Vi então que justificam querer colocá-lo em algum ministério para que ele possa “ajudar o país a se recuperar economicamente”. Ora bolas, afinal o país não tinha nenhuma crise política e isso era só uma estratégia da oposição para desestabilizar o governo, certo? E enquanto isso pudemos ver que uma simples condução coercitiva daquele energúmeno fez com que o dólar caísse de forma prodigiosa, enquanto a bolsa valorizava. De forma oposta uma ventilação do nome desse imbecil a ministro fez o dólar voltar a subir enquanto a bolsa tornava a despencar. Poxa, querem ajudar mesmo o país a melhorar economicamente? É simples: basta assinar a declaração de culpa, ir para o presídio a quadrilha toda e explodir esse partido vermelho. Não vai ser a salvação, mas pelo menos o pé será tirado da lama.

Eu poderia me estender ainda muito nesse assunto, mas acho que por hoje já chega. Afinal essa coluna é para nos levar a meditar em algo bom, achar o lado positivo das coisas. E falar dessa trupe não tem aparentemente nada de bom. Mas podemos recordar que tal como a descendência da mulher esmagou a cabeça da serpente, assim também faremos com a jararaca (e toda a sua descendência). Afinal, nunca na história desse país houve tanta gente na rua contra um governo. O cenário é sombrio, mas os horizontes estão clareando. E, pela graça do nosso bom Deus, poderemos em breve ter dias mais calmos e serenos. Com a nossa colaboração Cristã, não fugindo do nosso dever de fiscalizar bem e controlar aqueles que ditam os rumos do nosso país, poderemos dar de novo um clima de paz e tranquilidade a nau que é este nosso país.

Hian Gustavo

Graduando em Direito, com mil ideias, algumas dúvidas, mas uma certeza: Jesus Cristo!