Santa Carona

Encontrar com Deus

Nossa vida tão atordoada e turbulenta, nos faz muitas vezes esquecer de Deus. É interessante como nos comportamos ao longo do dia e no final, percebemos que coisas bobas nos fazem “perder a cabeça”. Assim temos dias cansativos e penosos e esperamos ansiosamente pelo final de semana. Ah! Como seria bom se todo dia fosse fim de semana, como seria bom estar em paz, ou como diz uma canção “Como seria bom se todo dia fosse Natal”.

Por que será que isso acontece? Por que será que no Natal e no domingo somos mais alegres e divertidos? O segredo desses dias é o nosso encontro com Deus. No Natal, encontramo-nos com Deus menino e abrimos o nosso coração à caridade. No domingo, também nos encontramos com Ele e até o recebemos na Santa Eucaristia. Além disso é nessas datas que costumamos encontrar aqueles que amamos.

Que diferença é, do nosso dia-a-dia! Nos deparamos com pessoas mau humoradas e logo as rejeitamos. As orações?… Como são poucas! Chegamos cansados do trabalho e mau temos tempo para a família. O quarto se torna no nosso refúgio “social”, onde excluímos os que estão perto e conectamo-nos aos amigos virtuais.

Está aí o problema! E nós mesmos o causamos. Se começássemos a ser mais atentos a quem está perto de nós, se fossemos pacientes e caridosos com os mau humorados, se aprendêssemos a aceitar as críticas com firme propósito de mudança, se deixássemos as redes virtuais mais de lado e fortalecêssemos as redes físicas, se tirássemos um tempo só nosso com Deus, então nos encontraríamos com Ele e o nosso dia-a-dia seria um eterno fim de semana.

O que realmente nos atrapalha é a nossa preguiça e o orgulho e agora falo mais por mim. Quantas vezes isso me atrapalhou, e eu deixei Deus esperando!  Algum tempo atrás eu ia para um quartinho nos fundos da minha casa e lá sentava no meio de caixas e armários, embora apertado e mau iluminado, lá era o meu lugar, era o lugar da conversa com Deus. Podia ficar pouco, mas aqueles minutinhos alegravam o meu dia. Depois fui perdendo esse costume e meu dia ficou chato e cansativo.

Foi então, que encontrei a resposta na frase de São Josemaria Escrivá

” Aí onde estão as nossas aspirações, o nosso trabalho, os nossos amores-aí está o lugar do nosso encontro cotidiano com Cristo . É no meio das coisas mais materiais da terra que nos devemos santificar, servindo a Deus e a todos os homens. Na linha do horizonte, meus filhos, parecem se unir o céu e a terra. Mas não: onde de verdade se juntam é no coração, quando se vive santamente a vida diária…”

E assim eu tenho me encontrado com meu adorável Jesus, no meu trabalho, nos meus estudos, nas conversas com o outro, tenho tentado fazer do meu dia uma oração contínua. Que São Josemaria interceda por mim, por você para fazermos do nosso dia-dia o nosso encontro constante com Deus.

Sílvia Maria

Mulher menina, estudante de química, fãzona de Santa Teresinha